[RESENHA]: A Morte de Sarai (Na Companhia de Assassinos #1) - J.A. Redmerski

em 20 de maio de 2018


Título: A Morte de Sarai (Na Companhia de Assassinos #1)
Ano: 2015
Páginas: 256
Editora: Suma de Letras
Autor (a): J.A. Redmerski
SkoobA Morte de Sarai (Na Companhia de Assassinos #1)
Classificação:
Sinopse: Sarai era uma típica adolescente americana: tinha o sonho de terminar o ensino médio e conseguir uma bolsa em alguma universidade. Mas com apenas 14 anos foi levada pela mãe para viver no México, ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres. Ele se apaixonou pela garota e, desde a morte da mãe dela, a mantém em cativeiro. Apesar de não sofrer maus-tratos, Sarai convive com meninas que não têm a mesma sorte.
Depois de nove anos trancada ali, no meio do deserto, ela praticamente esqueceu como é ter uma vida normal, mas nunca desistiu da ideia de escapar. Victor é um assassino de aluguel que, como Sarai, conviveu com morte e violência desde novo: foi treinado para matar a sangue frio. Quando ele chega à fortaleza para negociar um serviço, a jovem o vê como sua única oportunidade de fugir. Mas Victor é diferente dos outros homens que Sarai conheceu; parece inútil tentar ameaçá-lo ou seduzi-lo.
Em “A Morte de Sarai”, primeiro volume da série Na Companhia de Assassinos, quando as circunstâncias tomam um rumo inesperado, os dois são obrigados a questionar tudo em que pensavam acreditar. Dedicado a ajudar a garota a recuperar sua liberdade, Victor se descobre disposto a arriscar tudo para salvá-la. E Sarai não entende por que sua vontade de ser livre de repente dá lugar ao desejo de se prender àquele homem misterioso para sempre.
Olá pessoas, tudo bem com vocês? Eu não estou muito bem hoje e aproveitei meu tempo de molho na cama para escrever essa resenha. Bom, o livro que eu trouxe hoje tem um gênero bem diferente que costumo ler e resenhar. O gênero policial as vezes chama a minha atenção. A Morte de Sarai é um livro sobre tráfico de mulheres, traficantes mexicanos e mortes, sim, muitas mortes.

Sarai é uma mulher de 24 anos que, desde pequena encontra-se aprisionada em um local desconhecido no México. Nenhuma mulher conseguiu fugir dessa fortaleza. Sarai é a preferida do Javier (traficante), com isso, ela em algumas "liberdades". Desde sempre Sarai tenta bolar um plano para sair da fortaleza e voltar para sua terra natal. E, esse dia chegou após ela conhecer um americano que estava negociando com o chefe do tráfico. Ela correu muito para sobre viver, e estão conhecemos o Americano.

Victor é o nosso homem misterioso. Ele faz parte de uma organização que presta serviços para matar em troca de muito dinheiro. E, matar não é problemas para ele. Ele estava fazendo um acordo com Javier, mas sua visita veio com um presentinho no porta malas. Agora Victor tem que cumprir o acordo com Javier e conviver com Sarai. Porém, um novo acordo foi feito, morte, ameaças, armas, perseguições e no meio de tudo isso temos Sarai, que tentará sobreviver a Javier e Victor.

Quando eu comecei a ler essa história eu já me interessei pelo drama da Sarai. Uma mulher que vive para sobreviver e já passou por muita coisa. Li esse livro porque é da mesma autora do livro Entre o Agora e Nunca. Além de me tirar da zona de conforto, adorei a história e acho que o segundo livro será ainda melhor. Temos um pequeno romance envolvido em tanto sangue. Recomendo esse livro para quer gosta de livros policiais.

É isso gente, um beijo até mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestões!
E obrigada pela visita! 😉

© Depois da Leitura | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.