[PROJETO LENDO JULIA QUINN]: Um Perfeito Cavalheiro (Os Bridgertons #3) - Julia Quinn

em 28 de setembro de 2018



Título: Um Perfeito Cavalheiro (Os Bridgertons #3)
Ano: 2014
Páginas: 304
Editora: Arqueiro
Autor (a): Julia Quinn
Skoob
Classificação:

Sinopse: Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhece o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica. 

Oi, oi gente. Tudo bem com vocês? 

Desde Janeiro de 2018, iniciei o projeto Lendo Julia Quinn. Eu sempre gostei do gênero romance, mas, ano passado eu descobri que amo romance de época, dessa forma, neste ano implementei o projeto com o objetivo de ler a cada mês um romance de época da nossa querida Julia Quinn. Vocês gostam de romance de época? Qual autor ou autora vocês mais gostam? Quero saber a opinião de vocês leitores! 

Aqui em baixo vou deixar os links das resenhas do Projeto Lendo Julia Quinn. Quando sobrar um tempinho passe e leia as nossas resenhas que, por sinal estão super legais!

[PROJETO LENDO JULIA QUINN]: Simplesmente o Paraíso (Quarteto Smythe-Smith #1) - Julia Quinn
[PROJETO LENDO JULIA QUINN]: Uma Noite Como Esta (Quarteto Smythe-Smith #2) - Julia Quinn
[PROJETO LENDO JULIA QUINN]: A Soma de Todos os Beijos (Quarteto Smythe-Smith #3) - Julia Quinn
[PROJETO LENDO JULIA QUINN]: Os Mistérios de Sir Richard (Quarteto Smythe-Smith #4 - Julia Quinn
[PROJETO LENDO JULIA QUINN]: Como Agarrar Uma Herdeira (Agentes da Coroa #1) - Julia Quinn
[PROJETO LENDO JULIA QUINN]: Como Se Casar Com Um Marquês (Agentes da Coroa #2) - Julia Quinn
[PROJETO LENDO JULIA QUINN]: O Duque e Eu (Os Bridgertons #1) - Julia Quinn
[PROJETO LENDO JULIA QUINN]: O Visconde Que Me Amava (Os Bridgertons #2) - Julia Quinn

Como o ano está passando rápido! Só faltam 3 meses para o fim do ano, e já foram 9 leituras do nosso projeto. E, estou muito feliz de conseguir cumprir minha meta e ler por amor esses livros e não por obrigação. Sabe quando você se sente satisfeita (o), então, esse é meu sentimento. Mas afinal, estamos aqui hoje para falar um pouco sobre o livro "Um Cavalheiro Perfeito", né?! Então vamos lá.

Um pouco da história


No terceiro livro da série Os Bridgertons, conhecemos Sophie. Aos 10 anos Sophie é uma menina que mantém uma mágoa familiar guardada dentro do peito. Infelizmente é considerada uma pupila por seu próprio pai. Devido a um relacionamento com uma camareira, o Conde de Penwood teve que assumir uma criança indesejada. Dessa forma, Sophie nunca o vê em sua própria casa e nunca recebeu um carinho paternal, somente os cuidados de uma tutora e da criadagem. Até que, o Conde se casou com uma mulher chamada Araminta (que nasceu com uma pedra no lugar do coração) e no pacote vieram duas filhas, logo, vocês já conseguem imaginar que, esta mulher de forma alguma irá aceitar a pupila do seu novo marido, até que, a morte bateu nas portas da mansão de Penwood . E, uma informação importante foi ocultada. 

As coisas ficaram piores para Sophie, sua madrasta rebaixou a menina (que agora com uns 20 anos) ao pior nível possível. E, suas filhas não são nem um pouco legais com ela, somente a mais nova, Posy, que tem um pouco de zelo por Sophie, mas mesmo assim as coisas não são fáceis. Até que ela teve a oportunidade de ir as escondidas a um baile de máscaras oferecido pela família mais rica da sociedade, Os Bridgertons. Com o vestido prateado da sua família, Sophie se sente como uma dama da sociedade. Ao entrar no salão dos Bridgertons ficou maravilhada por tudo. Até que, um cavalheiro lhe chamou para dançar. 


Agora vamos conhecer Benedict Bridgerton. Ele não gosta que se refira a ele como  Bridgerton número dois. Ele não queria ser reconhecido na sociedade somente por um número, mas fazer o quê? Sua família é muito conhecida devido ao fato que, todos da família são iguais. Benedict está com 30 anos e, você que já leu os livros anteriores sabem que Lady Bridgerton quer ver todos os seus filhos casados, logo Benedict já está passando da hora de se casar. Contudo, ele quer um casamento feliz como seus irmãos Anthony e Daphine. Até que ele avistou no salão de sua casa uma mulher com um vestido prateado, e aí ele soube que agora seu destino irá se consolidar. 

Mas quando o relógio bateu meia-noite Sophie foi embora, ela não se identificou (devido à máscara) e não deixou nenhuma informação pessoal com Benedict, que dançaram e se apaixonaram a primeira vista. A dama de prateado deixou somente uma peça de sua roupa (sem querer) com Benedict e agora que a história começa de verdade leitores. 

Benedict agora sonha com a mulher vestida de prateado. Enquanto Sophie sofre as consequências da melhor noite da sua vida. Ela tem seus princípios e mesmo na situação atual não deixará de ser melhor a cada dia. 

Leitores, irá rolar muita coisa neste livro, após essa pequena parte que comentei.

Quando o relógio soasse a meia-noite, Sophie voltaria à sua vida de trabalho penoso, de costurar, lavar e atender todos os desejos de Araminta. Estava tão errada em querer uma noite apenas de magia e amor? - Sophie - página 39
  
O que achei da história


Admito que nunca tinha lido uma releitura de Cinderela. Na verdade eu nem sabia que este livro seguiria dessa forma (eu não leio a sinopse, já vou na cara e na coragem). Mas quando a história foi se desenvolvendo eu parei, olhei para o lado e falei, "conheço essa premissa", aí que li a sinopse e vi que era o que pensava ser. 

Então sobre os personagens, achei Benedict muito diferente do seu irmão mais velho Anthony. Ele é mais observador e prático. Achei a história neutra, porque pelo fato de ser uma releitura de Cinderela a história no início é clichê, mas depois do meio do livro as coisas esquentaram um pouco (tem cenas hot meu povo e isso não conta na Cinderela). Achei que, algumas coisas sobre Benedict ficaram a desejar, como suas habilidades não reconhecidas até pela própria família. Senti muita falta de conhecê-lo melhor. 

Já Sophie, sofreu de mais, tadinha. Mesmo com a educação que recebeu como pupila, ela trabalhou igual toda a criadagem e mesmo assim, não perdeu a esperança de encontrar Benedict de novo. Ela foi bem firme e se impôs contra seus princípios com todas as suas forças e isso foi bem legal. Eu diria que eles juntos são o casal que mais gostei, porque eles se encaixaram de uma forma muito sincera e simples e nada forçada, entendem? Diferente dos casais anteriores. 

Eu sei que vocês já estão cansados de ler, mas eu tenho que falar sobre Lady Bridgerton (Violet). Que mulher e mãe maravilhosa. Além de pegar toda a situação no ar, Violet ainda deu um show no final. Neste livro, conseguimos conviver um pouco com as Bridgertons mais novas e já estou super ansiosa pelas histórias delas. 

Agora eu quero saber quais são os segredos de Colin Bridgerton, te conto mês que vem!


E aí galera, o que acharam? 
Quem ai já leu os livros da série Os Bridgertons? Conte-me aí nos comentários.

8 comentários:

  1. Que resenha mais completa! Tinha até esquecido de alguns detalhes e com sua resenha fui relembrando. Eu também amei esse livro, não podia ser diferente ..tá
    E eu já sei qual e o segredo do Colin...kkkk
    Amei a resenha! Ficou otima 😄

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aah, depois você me conta no Whats então, rsrsrs.
      Obrigada tento melhorar em cada resenha.
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Oi Lídia! Demais esse teu projeto, eu sou super fã de romance de época e não tinha pensando nisso.. vou anotar para fazer algo parecido no próximo ano, tudo bem? Ah, essa família é puro amor.. lembro de ter gostado bastante da história de Benedict e Sophie, achei ele um "homão", por assim dizer, e me encantei, mas já te digo para se preparar, porque Colin arrasa também.
    Boas leituras! Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh, quero ver suas resenhas ano que vem. É amor de mais nesta família. Aí meu Deus, tenho que ler o livro do Colin urgente então, rsrs.
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  3. Comecei hoje O Duque e Eu! Li sua resenha morrendo de medo de spoiler, mas nada grave kkkkk boa resenha e fotos lindas! Parabéns.
    Se eu me render a Julia Queen e ao romance de época vou querer acompanhar o projeto!


    depoisdorush.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aah, Diana que bom que começou a ler O Duque e Eu. O Visconde que me Amava está sendo o meu preferido no momento. Depois leia ele :)
      Depois que me conta como foi sua leitura.

      Obrigada pela visita!

      Excluir
  4. Oi Lídia,
    Eu preciso tomar vergonha na cara e maratonar esses livros também.
    Gosto do fato de ser releitura da Cinderela. A gente já entra no clima de conto de fadas. E coitada da moça sofrer com tanto desprezo assim.
    E damei o nome do boy, pois lindamente irei imaginar o Cumberbatch.

    P.S.: Obrigada pela ajuda lá no blog. Estou seguindo aqui também :D

    até mais,
    Nana e Leticia - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana!
      A Sophie sofre de mais neste livro, até mais que a própria Cinderela.
      Eu gostei muito deste maratona e já irei pensar a do ano que vem.
      Eu que agradeço a sua visita!
      Até mais

      Excluir

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestões!
E obrigada pela visita! 😉

© Depois da Leitura | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.