[FILMES E SÉRIES]: As Telefonistas | Temporada 1

em 18 de novembro de 2018


Fixa Técnica: As Telefonistas
Temporadas: 3
Original Netflix
Classificação Etária: 18 anos
Criação: Ramón Campos & Gema R. Neira

Oi leitores tudo bem com vocês?
Hoje é um dia perfeito para falar de filmes e séries. Talvez eu possa lhe ajudar escolher uma nova série para ser assistida, pois hoje irei falar alguns motivos para ver a série As Telefonistas. 🤗

Os leitores que me acompanham sabem que eu não gosto de enrolação para escolher filmes e séries. Eu sempre vou clicando em qualquer um, assim, eu consigo identificar se quero ou não acompanhar o conteúdo. Foi assim que a série As Telefonistas me conquistou! 

A série acontece no ano de 1928, logo, o aparelho telefone foi inventado recentemente na época, dessa forma, o trabalho Telefonista, é disputado pelas mulheres da sociedade em uma sociedade completamente machista e despreparada para a revolução (industrial e social). Embora seja uma época complicada em relação à valorização da Mulher, houve um recrutamento de novas Telefonistas, Lídia Aguilar (com muito trabalho) começou a trabalhar como Telefonista, e assim, conheceu novas pessoas e reencontrou o amor do seu passado.   


Gosto muito de falar sobre as personalidades dos personagens, então vou lhe contar um pouquinho sobre cada personagem: 

Alba🌼, é uma mulher que tem um passado extremamente complicado referente ao amor e família. Quando crianças, após se envolver em um crime não cometido, ela é obrigada  fazer várias coisas em busca da sua liberdade, além disso, ela foi treinada por uma mulher a ser muito persuasiva, engenhosa e sempre conseguir o que quer.  Até que, foi solicitado a ela que roubasse o cofre da empresa de Telefonia e ela se tornou a Lídia. 





Além da Lídia, temos algumas Telefonistas que ao longo da história ganham destaque com certeza😍. 

Carlota Rodríguez🌼, para mim é personagem secundário que com certeza é muito importante para série. Além de ser filha de um nobre, ela luta para defenda a sua liberdade, como também de todas as mulheres da sociedade. Ela não se cala, quando o assunto é democracia feminina.


Marga🌼, é uma mulher que saiu do campo (sua cidade natal) para conseguir um trabalho e conseguir sua liberdade. Muito certinha e cheia de medos, conseguiu se estabilizar na cidade e também fazer amizades. Ela é MUITO agita, e isso me incomodou um pouco, porém, eu gostei quando ela realmente encontra um foco. 


Ángeles🌼, é uma mulher casada que tem muita experiência na área telefônica, é uma mulher casada e tem uma filhinha que ama mais que tudo. Porém, acontecem coisas na vida dessa mulher que, com certeza irá entristecer qualquer coração. Mas, as suas novas amigas irão fazer de tudo por ela.  


Sara🌼, ela é a "chefe" das Telefonistas, sinceramente nos primeiros episódios a achei bem "dura" com os empregados, porém, aos poucos descobrimos muitas coisas sobre ela e como os desejos dela, então ligados com a nossa atualidade. Mas lembre-se, ela está vivendo no ano de 1928, quando tudo que foge do padrão da sociedade é descriminado. 



Francisco🌼, não teve uma infância fácil, porém ele teve sorte em conhecer a família Cifuentes, donos da companhia telefônica, dessa forma, ele se tornou braço direito da família na empresa, e assim, ele reconheceu o grande amor da sua vida, mas, como nem tudo são flores, rsrs, Alba agora é Lídia. E, eu fiquei impressionada com Francisco, porque ele foi tão bom com a Lídia, mas as coisas não acontecem da forma que ele quer. 


Carlos Cifuentes🌼,  é filho legítimo da família, mas ele tem um jeito mais extrovertido para lidar com a vida. Ele é aquele homem de sorriso fácil e cheio de gracinhas, eu até coloquei o apelido dele como Colin Bridgerton (quem leu o livro Os segredos de Colin Bridgerton entenderá). Entretanto, ele conheceu a Lídia e o comportamento dele mudou. Ele não sabe de nada que aconteceu na vida da Lídia. Na empresa ele também é deixado de lado, mas muita coisa muda ao longo dos episódios.  



É uma triangulo amoroso? Já irei adiantando que sim. Mas você pode se surpreender com a Lídia. Porque nunca sabemos quando é a Lídia ou Alba que está falando. E, isso que dá vida a série. Nada é previsível. 


5 Motivos: 


1🌼É uma série de época;
2🌼 O movimento feminista está sendo construído ao longo da série;
3🌼Romance de Época
4🌼 Revolução do Telefone; 
5🌼 Imprevisível. 

Já estou assistindo a segunda temporada, mas depois eu conto para vocês o que achei.

Até a próxima!

6 comentários:

  1. Oi Lidia!
    Algumas amigas já me indicaram essa série!
    Gostei de ler suas impressões. Já está na minha listinha da netflix pra conferir!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Lidia!
    Amo séries, toda semana começo uma diferente! kkkk... Mas não conhecia essa, acredita?!
    Gostei muito da premissa, do fato de representar várias personalidades femininas e principalmente de ser ambientada na década de 20. Vou procurar, com certeza!
    Beijos e obrigada pela dica!

    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Michelly
      Quem bom que gostou da dica!
      Eu também acompanho várias séries ao mesmo tempo, kkk.
      Eu super recomendo a série, já estou na terceira temporada e não quero que acabe!

      Obrigada pela visita!

      Excluir
  3. Oi Lidia, ótima postagem tenho umas colegas que já me recomendaram este seriado mas ainda não vi. Então sua postagem foi ótima para eu conhecer mais desse seriado para assistir ;)
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiza, que bom que lhe ajudei na sua decisão! Gosto muito de falar deste seriado.

      Obrigada pela visita
      Até mais!

      Excluir

Deixe seu comentário, dúvida ou sugestões!
E obrigada pela visita! 😉

© Depois da Leitura | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.